Navegar para Cima
Logo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



Parque Florestal dos Viveiros das Furnas, São Miguel, Açores.
Reserva florestal Luis Paulo Camacho, ilha das Flores.
Reserva florestal da Macela, ilha de São Jorge.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Organograma da Direção Regional dos Recursos Florestais

 

A Direção Regional dos Recursos Florestais (DRRF) é o serviço de natureza operativa da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, a quem compete apoiar o Secretário Regional na definição da política de ordenamento, proteção, desenvolvimento e uso dos recursos florestais, cinegéticos e piscícolas das águas interiores da Região Autónoma dos Açores.
A DRRF dispõe dos seguintes serviços: Direção de Serviços Florestais (DSF) e Divisão Administrativa, Financeira e de Planeamento (DAFP) que compreende uma secção de apoio administrativo.
A DSF compreende as Divisões de Gestão para o Uso Múltiplo (DGU), Ordenamento e Sistemas de Informação (DOSI) e de Apoio ao Sector Florestal (DASF)
 
A DRRF compreende ainda os seguintes serviços operativos:

- Serviço Florestal de Ponta Delgada (SFPD);

- Serviço Florestal do Nordeste (SFN);

- Serviço Florestal da Terceira (SFT);

- Serviço Florestal do Pico (SFP);

- Serviço Florestal do Faial (SFF);

- Serviço Florestal de São Jorge (SFSJ);

- Serviço Florestal das Flores e do Corvo (SFFC);

- Serviço Florestal de Santa Maria (SFSMA);

- Serviço Florestal da Graciosa (SFG).

A DRRF tem como missão principal zelar por uma utilização racional dos recursos florestais e naturais da Região, coordenando, fiscalizando e orientando tecnicamente a exploração florestal, e, simultaneamente, promovendo estudos que visem não só a melhoria genética das espécies florestais já existentes, como também a utilização de novas espécies que venham diversificar a floresta açoriana.

Por outro lado, a DRRF tem também como missão a manutenção e beneficiação das redes viárias rural e florestal, facilitando assim a entrada dos factores de produção e a saída dos produtos das explorações.
Por fim, à DRRF compete ainda a gestão dos recursos cinegéticos e piscícolas das águas interiores da Região, tomando medidas que visem uma utilização racional desses recursos assegurando, simultaneamente, a preservação dessas mesmas espécies.

A Diretora Regional dos Recursos Florestais é, atualmente, a Eng.ª Anabela Miranda Isidoro