Navegar para Cima
Logo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



Parque Florestal dos Viveiros das Furnas, São Miguel, Açores.
Reserva florestal Luis Paulo Camacho, ilha das Flores.
Reserva florestal da Macela, ilha de São Jorge.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

QUADRO DE AVALIAÇÃO E RESPONSABILIZAÇÃO - 2013

De acordo com o n.º 1 do artigo 10.º da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro (Sistema integrado de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública), a avaliação de desempenho de cada serviço assenta num quadro de avaliação e responsabilização (QUAR), sujeito a avaliação permanente e actualizado a partir dos sistemas de informação do serviço.

Do QUAR constam, essencialmente: a missão do serviço, os objectivos estratégicos plurianuais, os objectivos operacionais anuais, as metas a alcançar, os indicadores de desempenho e respectivas fontes de verificação, os meios disponíveis (humanos e financeiros), o grau de realização dos resultados obtidos na prossecução dos objectivos, a identificação dos desvios e das respectivas causas e a avaliação final do desempenho do serviço.



Missão

Promover, na Região, o ordenamento e a gestão sustentável dos recursos associados à floresta, valorizar e divulgar os seus produtos e serviços e dinamizar os setores que lhe estão associados.          

Visão

Garantir uma utilização sustentável dos recursos florestais, cinegéticos e piscícolas das águas interiores, da Região Autónoma dos Açores.    

              

Objetivos estratégicos

1) Melhorar a produtividade através da gestão sustentável da floresta;  

2) Melhorar a eficiência e competitividade do sector da produção florestal;          

3) Contribuir para um correcto ordenamento fisico do território açoriano e para a protecção, valorização e gestão dos seus recursos naturais;           

4) Dinamizar o uso múltiplo da floresta.          

 

Objetivos Operacionais


Eficácia (60%):

1) Proceder à conservação e limpeza de caminhos, estruturas de drenagem e regularização de 550 a 600  Km de piso de caminhos rurais e florestais;

2) Garantir a produção em viveiro de 100.000 a 150.000 plantas de espécies endémicas dos Açores;

3) Garantir a fiscalização entre 750 a 1000 caçadores durante o acto venatório.

 

Eficiência (30%):

4) Reduzir o tempo médio para emissão de licenças de corte de arvoredo da exclusiva responsabilidade da DRRF;

5) Reduzir o tempo médio para emissão das Cartas de Caçador;

6) Promover o envio para homologação dos projectos  cujos beneficiários sejam entidades privadas, no âmbito das candidaturas às ajudas florestais inseridas no PRORURAL,  até dois dias antes do  prazo legalmente definido para homologação.

 

Qualidade (10%):

7) Promover a satisfação dos clientes externos.

 

Meios disponíveis:          
 

 Recursos Humanos Pontuação Planeados Executados Desvio
Dirigentes - Direcção superior 20 20    
Dirigentes - Direcção intermédia e Chefes de equipa 16 192  
Técnicos Superiores 12 336  
Coordenador Técnico 9 9  
Assistentes Técnicos 8 368  
Assitentes Operacionais 5 1695  
Técnicos de Informática 8 8  
Carreiras subsistentes 8 480  
TOTAL   3108    

  

Orçamento (M€) Estimado Realizado Desvio
Funcionamento 7.758.340,00     
Plano 6.457.704,44     

  

Consulte o Quadro de Avaliação e Responsabilidade de 2013