Navegar para Cima
Logo
SECRETARIA REGIONAL DA AGRICULTURA E DO DESENVOLVIMENTO RURAL
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



Flores 

Variação anual da abundância relativa de coelho-bravo na ilha das Flores

 

O gráfico apresentado ilustra a variação da abundância relativa estimada através de modelação estatística do número de coelhos observados ao longo de cada percurso, através de modelos mistos aditivos generalizados (GAMM), com uma distribuição do erro do tipo negativo binomial.  Para acomodar as diferenças observadas na abundância ao longo do ano, e entre percursos, os modelos incluíram a variável mês e o fator percurso, respetivamente. O esforço de amostragem foi parametrizado incluindo nos modelos os logaritmos das distâncias percorridas em cada contagem.  Os modelos tiveram em conta a dispersão estatística dos dados e a auto-correlação temporal.  A curva sólida, e a área sombreada a verde, correspondem à abundância estimada e respetivos intervalos de confiança a 95%. O efeito aleatório de cada ano e respetivos intervalos de confiança a 95% são indicados pelos pontos e linhas verticais.

 

Os níveis de abundância apresentados não são comparáveis entre ilhas.


Em abril e maio de 2021, um surto de doença hemorrágica viral (RHDV) provocou uma forte diminuição na abundância de coelho-bravo na ilha das Flores, tendo a variação sido muito diferente da observada, em média, entre 2006 e 2014 (antes da chegada do vírus da RHDV à ilha).  


O gráfico apresentado ilustra a variação média da abundância relativa ao longo do ano, entre 2006 e 2014 (linha a negro) e em 2021 (linha a vermelho).  A área sombreada a verde, e as linhas verticais correspondem aos respetivos intervalos de confiança a 95%.​ 



(Clique em cada ilha para mais informação)
 
​​​​​​​​​​​