Navegar para Cima
Logo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



Sanguinho - Frangula azorica Grubov 


Descrição geral:

Árvore que pode atingir até 12 metros de altura. Ramos pouco divididos. As folhas são semi-caducas, grandes e largas, elípticas e acuminadas. A página inferior é ligeiramente côncava, com nervuras laterais paralelas e bem nítidas. As flores são solitárias, pequenas e vermelho-acastanhadas. Os frutos são drupas, avermelhados ou negro-purpúreos, quando maduros.


Habitat:

Esta espécie é característica das florestas laurifólias dos Açores, dominadas por espécies arbóreas, perenes, de folhas grandes e coriáceas, tipo louro, mas muito rara nesses ecossistemas naturais.
Necessita de condições abrigadas, solos profundos e com boa drenagem. É muito sensível às alterações do meio provocadas pelo Homem, desaparecendo na maioria das paisagens humanizadas. Ainda é possível encontrar grandes indivíduos entre pastagens ou na margem de ribeiras.
Em matas implantadas, em zonas abrigadas, é constituinte do sub-bosque, desde o mar até à serra.


Estatuto de conservação:

Espécie endémica dos Açores e Madeira, protegida pela Directiva Habitat e pela Convenção de Berna.


Risco de extinção: 

EN – Espécie en perigo.


Distribuição nos Açores:

Todas as ilhas, exceto no Corvo.