Navegar para Cima
Logo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



Parque Florestal dos Viveiros das Furnas, São Miguel, Açores.
Reserva florestal Luis Paulo Camacho, ilha das Flores.
Reserva florestal da Macela, ilha de São Jorge.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Notícias
​V Recolha de amostras de coelho-bravo, durante a caça - 2019
Data: 08/11/2019 00:00
Local: Açores


​V Recolha de amostras de coelho-bravo, durante a caça - 2019

 



 
 

Pelo quinto ano consecutivo, no âmbito do programa de monitorização do impacto da nova variante da doença hemorrágica viral (DHV) nas populações de coelho-bravo nos Açores, implementado pela Direção Regional dos Recursos Florestais (DRRF), com a colaboração do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO-UP), proceder-se-á à recolha de amostras de animais recém-abatidos na caça, para que se possa avaliar a existência ou evolução de uma resposta imunitária adaptativa do coelho-bravo à DHV.

À semelhança dos anos anteriores, elementos da equipa do CIBIO-UP deslocar-se-ão às ilhas São Miguel, Terceira e Graciosa para, em colaboração com os Serviços Florestais locais, procederem à recolha das amostras.


Assim, no interesse comum em preservar as espécies que se podem caçar nos Açores, solicitamos a comparência e colaboração dos caçadores, nos locais, datas e horas abaixo assinaladas, para a recolha de amostras de coelho-bravo, cuja hora e localização poderá ser consultada na página Web da DRRF: http://drrf.azores.gov.pt/areas/cinegetica/Paginas/Recolha-de-amostras-2019.aspx.

Agradece-se desde já a todos aqueles que têm colaborado e que vierem a colaborar em mais um ano de recolha de amostras, que se considera fundamental para perceber a forma como a DHV está a afetar as populações de coelho-bravo nos Açores e assim desenvolver uma gestão cinegética que se pretende cuidada e ajustada à realidade regional.


 

ilha de São Miguel
 
Dia 24 de novembro (domingo)

 

- Local para a recolha de amostras: Vila Franca do Campo, na entrada para o caminho do Sanguinhal (Largo de São João), entre as 10:00 e as 14:00 horas;



 

- Local para a recolha de amostras: Ribeira Grande, junto ao Miradouro de Santa Iria, entre as 10:00 e as 14:00 horas; 

 

 

ilha Graciosa

Dias 26 a 29 de novembro (terça a sexta)

 

As capturas serão realizadas por caçadores locais, que têm vindo a colaborar nestas ações desde 2016.


ilha Terceira

Dias 30 de novembro e 1 de dezembro (sábado e domingo)

As capturas serão realizadas com a colaboração das associações de caçadores locais e por um reduzido número de caçadores que têm vindo a colaborar nas recolhas realizadas em anos anteriores.



Esclarecimento de perguntas mais frequentes:

 

Em que consistem as amostras a recolher?

Pequena porção de fígado; Amostra de sangue; 1 globo oculares.

 

Qual o destino a dar aos coelhos capturados, após a recolha das amostras?

Cada coelho-bravo será marcado com a identificação do caçador colaborador, para que, logo após a recolha das amostras, lhe possa ser devolvido.

Nos casos em que houver demora na recolha das amostras e o caçador colaborador não puder aguardar pela entrega do(s) seu(s) coelhos-bravos, os mesmos ser-lhe-ão posteriormente entregues em local a combinar.​